Instalação de laminado e vinil

17 passos para acabar o pavimento — descubra aqui como se faz.

Vídeo de instrução

O projeto

A instalação de laminado e vinil é um dos projetos de bricolage mais populares, uma vez que também pode ser realizado por pessoas inexperientes.

Com os nossos produtos de corte, instalação e medição, a execução deste tipo de projetos é agora mais simples, rápida e segura.


Ferramentas de instalação

Para além de um cortador de laminado, existem as peças de acessórios pequenas e discretas, que podem constituir o fator decisivo entre o sucesso e o fracasso da instalação de um pavimento.

Guilhotina para corte de vinil e laminados VLC 1000

A ferramenta de corte profissional para tábuas com espessuras de até 14 mm

Guilhotina para corte de vinil e laminados VLC 800

O cortador profissional para vinil e piso laminado

Cunhas universais

As cunhas multifuncionais 2 em 1

Bloco batedor profissional

Bloco batedor para utilização contínua

Bisel em T e caixa de corte

Produto 2 em 1 para rodapés exatos

Serra japonesa

Para serrar facilmente rodapés, ramos e tubos de plástico

Cortador de laminado LC 600

O cortador de laminado preciso e eficiente

Cortador de laminado LC 100

O cortador de laminado para projetos mais pequenos

Pacote de sucesso "Instalação de pavimentos de laminado e de design"

Conjunto completo composto por dispositivo de tração, taco de madeira e 30 cunhas universais

Pacote de sucesso "Ajuste de pavimentos de laminado e de design"

Conjunto completo composto por esquadro universal, calibre de contornos e ajustador de laminado

Pacote de sucesso "Fixação de rodapés"

Conjunto completo com bisel em T e caixa de corte, serra japonesa e prensa cartuchos MG 200

Medidor de contornos

Para medir e transferir curvas e formas


Pavimentos em laminado ou vinil

Escolha a superfície adequada

Quais são as diferenças essenciais?

Laminado

O laminado é geralmente muito mais barato do que o parquet e pode ser também uma alternativa mais barata à clássica alcatifa. No entanto, neste caso não se deve optar pela variante mais barata, uma vez que a resistência deixa muito a desejar e, passado pouco tempo, o piso fica com aparência de "usado".

Os pisos laminados de alta qualidade possuem uma superfície resistente e podem ser colocados sem hesitação em divisões muito frequentadas. O processo de fabrico das camadas decorativas é tão dispendioso e qualitativo, que até um profissional pode ter muitas dificuldades para detetar a diferença entre uma decoração de madeira artificial e uma superfície de madeira genuína.

Através da instalação simples e totalmente isenta de cola permitida pelo sistema de encaixe, um piso laminado pode ser facilmente retirado e colocado novamente noutro lugar, sem qualquer problema. Para muitos trabalhos de remodelação, uma vantagem decisiva é a espessura reduzida da madeira (a partir de 7 mm) de um piso laminado.

Tábuas de vinil

Há anos que as tábuas de vinil com sistema de encaixe fazem parte do inventário standard. Estes pisos elásticos são totalmente compostos por material de vinil duradouro e robusto ou por uma camada de vinil que, tal como o laminado, está sobre uma placa de suporte (placa de fibra de alta densidade, HDF).

Em geral, são flutuantes (ou seja, sem colagem à superfície) e podem ser trocados sem problemas em caso de danos. O vinil elástico não só oferece uma comodidade excecional ao andar, como também dispõe
de um fantástico isolamento do ruído de passos.

Além disso, este flexível material permite criar imitações de superfícies de madeira ou pedra profundamente estruturadas e com um grande nível de realismo (por exemplo, aparência de azulejo).

Vinil ou vinil maciço?

Vinil maciço

Os pisos em vinil maciço consistem em variantes autocolantes a partir de 2 mm de espessura e são perfeitos para trabalhos de remodelação, em que é possível usar apenas uma estrutura de pavimentos mínima.

No entanto, a superfície tem de estar completamente lisa. Quaisquer irregularidades são mais tarde visíveis no solo flexível.

Em contraste com os frios pisos de azulejo, os pisos em vinil maciço não só são significativamente mais quentes, mas também mais robustos caso algo caia no chão.

Um piso em vinil maciço é ideal para áreas húmidas como a cozinha ou a casa de banho, uma vez que este material é completamente resistente à água e não dilata.

 

Vinil

Os pavimentos de vinil com um suporte de HDF estão disponíveis, na maioria dos casos, com espessuras a partir de 6 mm. Estes pavimentos compensam pequenos desníveis e, portanto, podem ser instalados sem problemas sobre pavimentos existentes. Estes pavimentos não são normalmente adequados para a instalação em áreas húmidas, visto que podem dilatar por irrupção de água nas juntas.

Todos os pavimentos de vinil disponíveis no mercado podem ser instalados sem problemas sobre pavimentos radiantes. Um pequeno senão: um pavimento em tábuas de vinil é geralmente mais caro do que um piso laminado. Em compensação, o pavimento de vinil é mais duradouro, extremamente silencioso e fácil de limpar.

É um piso perfeito para famílias com crianças e animais de estimação. Devido às suas baixas emissões e por serem hipoalergénicos, os pavimentos de vinil são os mais adequados para pessoas alérgicas.

Tábuas de vinil

Há anos que as tábuas de vinil com sistema de encaixe fazem parte do inventário standard. Estes pisos elásticos são totalmente compostos por material de vinil duradouro e robusto ou por uma camada de vinil que, tal como o laminado, está sobre uma placa de suporte (placa de fibra de alta densidade, HDF).

Em geral, são flutuantes (ou seja, sem colagem à superfície) e podem ser trocados sem problemas em caso de danos. O vinil elástico não só oferece uma comodidade excecional ao andar, como também dispõe
de um fantástico isolamento do ruído de passos.

Além disso, este flexível material permite criar imitações de superfícies de madeira ou pedra profundamente estruturadas e com um grande nível de realismo (por exemplo, aparência de azulejo).

Vantagens e desvantagens do laminado

+ Instalação simples

+ Fácil de cuidar e robusto

+ Vasta escolha para decoração

+ Económico

+ Resistente

- Sem produtos naturais

- Sensível à humidade

- Ruído dos passos relativamente alto

Vantagens e desvantagens do vinil

+ Instalação simples

+ Fácil de cuidar e robusto

+ Vasta escolha para decoração

+ Silencioso e confortável

+ Temperatura agradável com os pés descalços e adequado para espaços húmidos

- Sem produtos naturais

- Ligeiramente mais caro do que o laminado

Antes de começar a instalação

Preparações e informações úteis

Instalação flutuante

Geralmente, os pisos laminados são instalados de modo "flutuante" sobre a superfície. Isso significa que o piso não é colado nem fixado à superfície. O piso laminado necessita de espaço suficiente em relação às paredes circundantes, para que possa dilatar sem problemas conforme as flutuações da temperatura e da humidade do ar. Caso este espaço não exista, o piso vai inchar.

Por isso, é importante que as tábuas do piso tenham uma distância de, pelo menos, aprox. 10 mm em relação à parede. Mais tarde, estas folgas serão fechadas na perfeição com rodapés.

Pré-tratamento da superfície

O pré-tratamento da superfície também desempenha um papel importante. Se o piso tiver de ser instalado diretamente na betonilha, é importante que coloque uma folha de polietileno como barreira de vapor contra a humidade ascendente. Em novas construções, é aconselhável verificar previamente a humidade residual no piso de betão. Os desníveis na superfície com 3 mm até 4 mm por cada metro de comprimento também devem ser compensados com uma massa de aparelhar autoniveladora. O piso em madeira não deve ser instalado, em caso algum, diretamente sobre alcatifa.

Isolamento do ruído de passos

Quando se trata de um bom isolamento do ruído de passos, estão disponíveis no mercado inúmeros produtos sofisticados, que não só conseguem um elevado nível de insonorização, como
também podem compensar os desníveis da superfície. A utilização de um isolamento do ruído de passos é indispensável e deve ser adequada à superfície existente. Por exemplo, a espuma de insonorização de 2 mm, apesar de bastante popular, não é adequada para a instalação sobre pavimentos radiantes.

Consoante a superfície, estão disponíveis no mercado os mais variados sistemas para o isolamento do ruído de passos. Os cartões canelados e a espuma especial de aprox. 2 mm de espessura são os mais utilizados. Mas também pode ser conveniente usar um isolamento ecológico de cortiça granulada ou feltro. Obtenha aconselhamento na loja e pergunte qual a recomendação do fabricante em termos de revestimento de solos. Estas empresas disponibilizam frequentemente uma linha de assistência para responderem com conselhos especializados em caso de necessidade.

Laminado com isolamento do ruído de passos integrado

Está disponível no mercado uma série de pavimentos com isolamento do ruído de passos integrado. Na parte traseira das tábuas, está colado revestimento de insonorização de passos adequado, na forma de espuma ou de feltro.

Desta forma, evita ter de desenrolar um isolamento, mas permite uma menor flexibilidade no que a opções diz respeito. Aqui, deve decidir-se caso a caso e, se necessário, receber aconselhamento especializado.

Desenrolar isolamento do ruído de passos

O desenrolamento de um isolamento do ruído de passos é extremamente fácil. Basta ter atenção para que as telas desenroladas não se sobreponham. Por isso, é aconselhável fixar as juntas das telas com fita adesiva. Assim, tem a certeza de que as telas não se sobrepõem.

Recomendamos instalar o isolamento do ruído de passos no mesmo sentido que o da instalação do pavimento. Este método tem a vantagem de ser apenas necessário desenrolar uma tela, permitindo a colocação imediata de algumas filas de tábuas sobre a mesma. Se o isolamento do ruído de passos for desenrolado transversalmente ao sentido de instalação do pavimento, será necessário, para cada nova fila de tábuas, caminhar sobre o isolamento do ruído de passos, o que poderia danificá-lo.

Sentido de instalação

Depois de resolvido o pré-tratamento da superfície e o isolamento do ruído de passos, tem de ser determinado o sentido de instalação do pavimento. Aqui,
é necessário orientar-se pela principal fonte de luz da divisão. Caso existam várias janelas, deve-se optar pela que deixe entrar mais luz na divisão. Se o sentido de instalação corresponder ao sentido da fonte de luz principal, é mais difícil detetar as juntas. O sentido de instalação pode ter um impacto positivo no tamanho da divisão. Assim, uma divisão estreita pode ter uma aparência menos tubular se as tábuas forem instaladas ao longo do lado mais curto da mesma.

Instruções passo a passo

Instalar laminado ou vinil em 17 passos

1. Instalar a primeira fila de tábuas

Comece por instalar as primeiras tábuas na parede. Com um esquadro, deve marcar na tábua as saliências ou outras irregularidades da parede e, por fim, serrar com uma serra tico-tico.

É importante garantir que tem em consideração a importante junta de dilatação de 10 mm entre a tábua e a parede.

 

2. Marcar a última tábua da fila

Posicione a tábua com a lingueta contra a lingueta da fila de tábuas já instalada. Deixe a junta de dilatação necessária para a parede.

Agora, é necessário posicionar um esquadro sobre a tábua, alinhá-la nas extremidades dos cantos da fila de tábuas e marcar a junta de corte com um lápis.

3. Cortar a tábua de laminado à medida

Em seguida, a tábua é posicionada no cortador de laminado e alinhada de acordo com a linha marcada no cossinete. Agora, pressione o cossinete para baixo e corte a tábua. A tábua é pressionada firmemente contra o canto batente dianteiro e já não pode deslizar durante o processo de corte.

O canto embotado do cossinete protege o utilizador contra ferimentos e corta as tábuas sem esforço e de forma precisa. Por este motivo, o canto de corte não tem de ser afiado, sendo assim praticamente resistente ao desgaste.

Cortador de laminado e vinil

Os cortadores de laminado são uma excelente alternativa à serra tico-tico e à serra de esquadria. Estes cortam tábuas de laminado e de vinil de forma praticamente silenciosa, sem consumir eletricidade e sem formar pó.

Guilhotina para corte de vinil e laminados VLC 1000

A ferramenta de corte profissional para tábuas com espessuras de até 14 mm

Guilhotina para corte de vinil e laminados VLC 800

O cortador profissional para vinil e piso laminado

Cortador de laminado LC 600

O cortador de laminado preciso e eficiente

Cortador de laminado LC 100

O cortador de laminado para projetos mais pequenos

4. Posicionar a última tábua da fila

Encaixe a tábua cortada na ranhura da fila de tábuas e comece a próxima fila com a peça restante da tábua. Certifique-se de que as juntas de uma fila apresentam um deslocamento de, pelo menos, 40 cm em relação à fila seguinte.

Caso contrário, tem de cortar a peça restante até que este deslocamento seja alcançado.

5. Fixar a fila de tábuas com cunhas

Quando a primeira fila de tábuas tiver sido colocada, deve certificar-se de que a junta de dilatação é mantida através da colocação de cunhas nas extremidades da fila e na parede. As cunhas universais são especialmente úteis, uma vez que podem ser unidas através de uma calha de guia.

Graças ao formato dentado, é possível unir várias cunhas uniformemente na espessura desejada. Depois de encaixadas e ajustadas, as cunhas mantêm a sua posição e espessura. Não se esqueça de posicionar duas destas cunhas em cada junta.

6. Instalar a segunda fila de tábuas

Existem muitos sistemas de encaixe diferentes. Uns são cravados e outros são inseridos e depois girados para baixo. Geralmente, o sistema escolhido não faz diferença, visto que ambos têm as suas vantagens e desvantagens.

Com o sistema de encaixe aqui apresentado, é necessário primeiro encaixar as extremidades de toda a fila de tábuas seguinte, antes de poder encaixá-la na fila anterior.

7. Encaixar a segunda fila de tábuas

O posicionamento e o encaixe de uma fila de tábuas completa em divisões amplas é uma tarefa complicada para uma só pessoa. Por isso, nestes casos é melhor trabalhar com um ajudante.

Contudo, o sistema de encaixe não requer geralmente um martelo nem um bloco batedor, permitindo evitar ruídos e incomodar os vizinhos.

8. Comprimir sem juntas

Em alguns sistemas de encaixe, para obter uma ligação sem juntas, é necessário um ligeiro reajuste com um martelo e um dispositivo de tração. Para que não danifique a sensível ranhura e lingueta, deve ser utilizado o bloco batedor profissional: este transmite a força da pancada com o martelo uniformemente no canto do laminado e é duradouro graças ao perfil de proteção em alumínio.

Outra alternativa é a utilização do martelo para ferramenta de ancoragem, que combina as funções do martelo, do dispositivo de tração e do bloco batedor num produto ergonómico e seguro. Nunca foi tão fácil instalar laminado sem juntas — de forma simples e controlada.

9. Desenrolar e fixar mais material de isolamento do ruído de passos

Quando o pavimento tiver sido colocado quase até ao final da primeira fila do isolamento do ruído de passos, é desenrolada a próxima fila de isolamento. As juntas devem ser fixadas com
uma fita adesiva, para que as duas tiras de insonorização não se sobreponham. Para isto, é suficiente uma fita adesiva para pacotes. 
 

O calibre de contornos permite copiar e transferir facilmente cantos e contornos para o material a ser trabalhado.

É ideal particularmente para a adaptação precisa de laminado e azulejos, por exemplo, a tubos de aquecimento e outros obstáculos.

10. Rápida sensação de sucesso

Em pouco tempo, é possível ter uma primeira impressão do seu novo chão de sonho. Vai ficar surpreendido com a rapidez com que se instala o pavimento. Com a motivação deste bom resultado e dos práticos acessórios auxiliares de instalação da wolfcraft, o resto é apenas uma formalidade.

11. Encurtar a moldura da porta

A moldura da porta tem de ser encurtada conforme a espessura das tábuas. Para isso, posicione uma peça restante de uma fila de tábuas em frente à moldura da porta.

Utilize uma serra de dentes finos com uma pega redonda e passe-a sobre a tábua até que a moldura da porta fique totalmente serrada. No final, se necessário, efetue alguns retoques com formão.

12. Aparafusar o perfil de compensação

Normalmente, na área da porta para a divisão adjacente, surge um pequeno desnivelamento que corresponde aproximadamente à espessura do laminado mais a espessura do isolamento do ruído de passos. Estes desnivelamentos podem representar um perigo de tropeçamento, pelo que devem ser corrigidos com um perfil de compensação.

Para isso, a junta inferior é primeiro fixada diretamente na betonilha e, em seguida, o pavimento é instalado (mantenha a junta de dilatação de 10 mm) e aparafusado até ao fim do perfil de compensação biselado na junta inferior.

13. Perfil de transição para divisões amplas

Não deve inserir um perfil de transição apenas entre duas divisões — as juntas de dilatação têm de ser incorporadas também em divisões com mais de 8 m de comprimento ou largura.

Estão disponíveis no comércio vários tipos de perfil em metal ou no tipo de madeira adequado ao pavimento.

14. Medir a última fila de tábuas

A última fila de tábuas não deve ter menos de 5 cm de largura. Aqui, também tem de manter uma junta de dilatação de 10 mm.

Se marcar a última fila com o ajustador de laminado, não tem de preocupar-se com a junta de dilatação, uma vez que esta é automaticamente tida em consideração pelo aparelho. Da mesma forma, também é possível transferir perfeitamente para a tábua o complicado percurso da parede.

15. Comprimir a última fila de tábuas sem juntas

A última fila de tábuas não deve ter menos de 5 cm de largura. Aqui, também tem de manter uma junta de dilatação de 10 mm. Se marcar a última fila com o ajustador de laminado, não tem de preocupar-se com a junta de dilatação, uma vez que esta é automaticamente tida em consideração pelo aparelho. Da mesma forma, também é possível transferir perfeitamente para a tábua o complicado percurso da parede.

Para unir a última fila de tábuas sem juntas, pode utilizar o nosso martelo para ferramenta de ancoragem. Basta posicioná-lo na junta de dilatação e puxar a corrediça uma vez, com força, até ao batente.

A força desta pancada controlada com o martelo é transmitida uniformemente, por toda a largura da área do dispositivo de tração, ao painel encostado à parede, que se une sem juntas aos outros painéis já instalados. O produto é regulável em altura e ideal para todas as espessuras de laminados a partir de 7 mm.

16. Medir o chanfro dos rodapés

O melhor é confiar esta complicada tarefa ao nosso bisel em T e caixa de corte. Com esta ferramenta, pode medir e cortar todos os cantos das divisões de 85° a 180°.

Para isso, basta posicionar o bisel em T no canto da divisão até que os dois lados encostem firmemente na parede. Para finalizar, fixe os dois lados com o parafuso de fixação.

 

17. Cortar o chanfro dos rodapés — o último passo

Com o bisel em T e caixa de corte, pode deixar a serra de esquadria no armário das ferramentas. Geralmente, é suficiente uma simples serra manual de dentes finos. Para rodapés altos e amplos, que requerem cortes suaves e precisos, recomendamos a nossa serra japonesa.

Coloque os rodapés respetivamente na superfície de guia do lado esquerdo e do lado direito do bisel em T e caixa de corte pré-ajustados. Agora, conduza a serra na vertical, entre os dois pinos de guia. É possível dominar até mesmo as complicadas secções transversais das divisões num abrir e fechar de olhos e sem erros dispendiosos.

Instruções em PDF para download

Instalação de laminado e vinil + Lista de compras

Instruções passo a passo

pdf 13 MB

Outros projetos

Veja também os seguintes projetos.

Montar portas

As nossas ferramentas tornam a montagem tão fácil que até as pessoas inexperientes podem sentir-se motivadas para executar esta tarefa.

Para o projeto

 

Cortar azulejos

Descubra mais sobre os inovadores cortadores de azulejos que apoiam os profissionais e os amadores.

Para o projeto

 

Renovação de escadas

Poupe milhares de euros na renovação da sua escada em madeira. O nosso molde de degraus flexível garante resultados perfeitos.

Para o projeto